Fisioterapia Músculo-Esquelética

A Fisioterapia Pélvica destina-se a qualquer pessoa que padeça de queixas ao nível da incontinência urinária, disfunções sexuais, prolapsos dos órgãos pélvicos e dor pélvica.
Saber mais
otto-norin-xqPhcfPO0jc-unsplash
otto-norin-xqPhcfPO0jc-unsplash

A Fisioterapia Pélvica destina-se a qualquer pessoa que padeça de queixas ao nível da incontinência urinária, disfunções sexuais, prolapsos dos órgãos pélvicos e dor pélvica.

Como
funciona?

A Fisioterapia Pélvica pode ser realizada em qualquer etapa da vida e destina-se a qualquer pessoa que padeça de queixas ao nível da incontinência urinária, disfunções sexuais- sobretudo quando a dor está presente-, prolapsos dos órgãos pélvicos e dor pélvica.

Como
funciona?

A Fisioterapia Pélvica pode ser realizada em qualquer etapa da vida e destina-se a qualquer pessoa que padeça de queixas ao nível da incontinência urinária, disfunções sexuais- sobretudo quando a dor está presente-, prolapsos dos órgãos pélvicos e dor pélvica.

Durante a Gravidez e no período pós-parto é uma área muito procurada tanto pela prevenção quanto pela recuperação de sequelas decorrentes do parto.
Durante a gravidez, as mulheres podem beneficiar de sessões de fisioterapia por forma a reduzir os desconfortos típicos da gravidez como é exemplo a dor lombar, mas também de classes de exercício clínico, onde se executam posturas de mobilidade pélvica e de ativação muscular por forma a garantir boa estabilidade abdominal e pélvica nos meses da gravidez e garantir um bom início de recuperação pós-parto.
O contributo da fisioterapia pélvica estende-se a questões de fertilidade, endometriose e após cirurgias dentro da esfera pélvica e abdominal.

O que
fazemos?

O que
fazemos?

Durante a Gravidez e no período pós-parto é uma área muito procurada tanto pela prevenção quanto pela recuperação de sequelas decorrentes do parto.
Durante a gravidez, as mulheres podem beneficiar de sessões de fisioterapia por forma a reduzir os desconfortos típicos da gravidez como é exemplo a dor lombar, mas também de classes de exercício clínico, onde se executam posturas de mobilidade pélvica e de ativação muscular por forma a garantir boa estabilidade abdominal e pélvica nos meses da gravidez e garantir um bom início de recuperação pós-parto.
O contributo da fisioterapia pélvica estende-se a questões de fertilidade, endometriose e após cirurgias dentro da esfera pélvica e abdominal.

Corpo Clínico

O Espaço P

É aqui que esperamos que se possa sentir em casa enquanto, juntos, cuidamos da sua saúde. Até breve!

FAÇA JÁ A SUA MARCAÇÃO ONLINE

Espaço P Online